sexta-feira, 9 de março de 2012

Sonho

Me lembro de duas árvores muito antigas e próximas uma da outra. Elas estavam dentre várias outras árvores de tronco grosso e muito altas no centro de algo que em tempo de chuva se torna um lago. Como o lago das fadas, no Rio.
Esse era o primeiro nível, a primeira parada da nossa "escalada".
Depois eu me lembro que a temperatura estava muito baixa, congelante.
Passamos por um "muro" que na verdade era uma enorme rocha como uma montanha e ao lado haviam casas que dividiam o espaço com a rocha, como se em algum momento tudo fosse rolar barranco abaixo. Voltei para tirar foto. A visão era linda.
Quanto mais subíamos, mais baixa era a temperatura.
Ao chegar no topo nos hospedamos em uma pousada familiar. Já era noite e, cansados, fomos dormir.
Ao acordar, muito cedo, quase madrugada, o calor era insuportável. O demônio havia dominado o corpo de um bebê e após tentar sufocá-lo com as mãos acabamos conseguindo com um travesseiro.
Obviamente o demônio saiu do corpo da criança e começou a nos perseguir, de forma que fugimos por dois níveis da montanha... até que o celular despertou.

Um comentário: